Biografia


Liverpool, Inglaterra, 1949

A obra de Tony Cragg propicia expansões na experiência sensorial, tanto pela
forma quanto pelos materiais usados. Percebemos um objeto inusitado como Upright, de 2016, e imediatamente tentamos conceituá-lo, trazê-lo para a linguagem. Assim, o encontro com a obra expande nossa capacidade de pensamento. É para definir esse processo que Tony Cragg declara em várias entrevistas que “nós somos o que somos, pensamos o que pensamos e sentimos o que sentimos em resposta à nossa experiência com materiais.”

O corpo das esculturas têm sempre algo de prazerosamente familiar, ainda que
irreconhecível, relativo a estruturas biológicas como conchas, cristais e corais e, nessa estranha familiaridade, a escultura se apresenta como próxima a algo vivo. Andando em torno de uma obra de Cragg, fica-se em dúvida sobre quem se mexeu, pois dobras e vazios aparecem, em novidade constante. É como se um corpo que antes não existia passasse a estar no mundo com sua forma e matéria, ao mesmo tempo em que nossa percepção sensorial e nossos pensamentos transformam-se.


Exposição “Linha Atemporal”

Exposição “Linha Atemporal”


Exposição “Linha Atemporal” na Dan Galeria com texto curatorial de Paula Braga.


Tony Cragg no MON

Tony Cragg no MON


A primeira exposição institucional de Tony Cragg no Brasil, exposta no MuBE, em SP, agora segue para Curitiba.


Exposição "Linha, Cor e Movimento"

Exposição "Linha, Cor e Movimento"


Apresentamos Linha, Cor e Movimento. A nova exposição online de acervo da Dan Galeria.